Os 3 pilares clássicos da saúde: alimentação, sexualidade e sono

Ayurveda considera muitos aspectos terapêuticos, tendo como foco principal a Rotina Diária que aborda os 3 pilares clássicos de saúde. São eles:

  • a alimentação –   isso consiste na qualidade dos alimentos ingeridos e na qualidade dos processos digestivos;
  • a sexualidade – sendo o ponto máximo de intimidade nas relações humanas;
  • o sonoo repouso restaurador.

Alimentacao 

Cada alimento apresenta um ou mais sabores ou rasas que estão relacionados com sensações e sentimentos. São reconhecidos seis sabores  em ayurveda: doce, ácido, salgado, adstringente, picante e amargo. Estes rasas são identificados pelo cérebro por meio da língua que é um órgão dos sentidos bastante sensível e sofisticado. 

Os sabores, assim como tudo no universo, são o resultado da combinação dos 5 elementos em dadas proporções. Agrupam-se dois a dois, conforme a figura abaixo:

 Os rasas e os doshas

Os 6 rasas ou sabores

O sabor doce é nutritivo, tônico e rejuvenescedor. Harmoniza a mente e está relacionado ao sentimento de contentamento. Em excesso, causa letargia e apego (leite, nozes, frutas doces, arroz).

O ácido é estimulante, digestivo, aumenta o apetite e é carminativo (ajuda a dissolver gases). Ativa o metabolismo e as funções cerebrais. Desperta a mente e os sentidos. Em excesso, causa raiva, impaciência e inveja (iogurte, picles, vinagre).

O salgado é digestivo, aumenta o apetite, promove a salivação, é levemente laxativo e potencializa o sabor dos alimentos. Acalma os nervos e diminui a ansiedade. Em excesso causa letargia, cobiça, raiva e impaciência (sal, algas).

O picante é estimulante, aumenta o poder digestivo, é diaforético (promove suor), expectorante, vermicida e aumenta a circulação. Limpa os canais energéticos. Em excesso, causa raiva e impaciência (pimentas, gengibre, cardamomo).

O adstringente promove a absorção dos fluidos, é antiinflamatório, seca secreções excessivas e sangramentos. Esfria a mente e remove a letargia. Em excesso, causa ansiedade, preocupação, medo e insônia (grãos, alface, açafrão-da-terra, aspargos).

O amargo é desintoxicante, bactericida, germicida e limpa o sangue. Purifica a mente e as emoções. Em excesso, causa ansiedade, medo e insônia (hortaliças, chá verde).

A informação básica está no paladar. O paladar também pode ajudar no equilíbrio dos doshas ao escolher os sabores que o acalmam. Portanto, o mesmo prato afetará cada um de acordo com a própria natureza, ou prakrti, que o reage de uma maneira particular.  Conhecendo seu próprio equilíbrio entre os doshas a pessoa pode eleger os grupos de sabores que trazem mais benefícios restauradores ao seu organismo.

O predomínio extremo de qualquer um destes sabores causa desordens internas e torna as pessoas vulneráveis a ataques externos. Mesmo havendo o predomínio de um dosha em sua constituição, é necessário alimentar o equilíbrio dos três. O funcionamento equilibrado sustenta a vida e ajuda a manter a saúde, enquanto o desequilíbrio causa problemas na personalidade e no corpo. 

Uma dieta equilibrada deve ser variada, com o fornecimento de todos os sabores, mas não é necessário sobrecarregar nenhum deles!

A refeicao ideal

  • É feita com alimentos frescos, cultivados localmente, sazonais e orgânicos;
  • Tem um bom equilíbrio entre pesado e leve, úmido e seco, cozido e cru;
  • É apropriada para o clima, a constituição, estilo de vida e a condição do corpo de quem vai comer;
  • Apresenta aparência, sabor e cheiro deliciosos;
  • É preparada carinhosamente e em condições de higiene;
  • É consumida preferencialmente com os sabores mais pesados ​no início da refeição e os  mais leves no final;
  • Preparada em panelas adequadas e saudáveis: bronze, cerâmica, cobre ou recipientes de aço inoxidável;
  • Em geral, deve-se evitar bebidas alcoólicas, carne, fermento, refrigerantes, bebidas com cafeína, tabaco, açúcar refinado, farinha branca, aditivos, conservantes e alimentos enlatados;
  • Deve ser ingerida com consciência e presença;

Digestão pobre

Os fatores seguintes são alguns dos que contribuem para uma má digestão. Ao se proteger contra eles, você pode prevenir e tratar a maioria das doenças:

  • Tomar os alimentos errados na hora, quantidade, ou de forma errada, em um ambiente físico ou mental negativo. A dieta comum na maioria dos países desenvolvidos é de comer em quantidade, provocando um fenômeno conhecido como “subnutrição de excesso de consumo”;
  • Estimulação precoce, supressão ou a não satisfação ao corpo dos impulsos naturais, como sede, fome, urinar, defecar, dormir, flatulência e espirros;
  • Tomar bebidas geladas ou sorvete, antes, durante ou logo depois da refeição;
  • Ingerir drogas sintéticas e/ou drogas recreativas;
  • Exposição a toxinas externas, tais como: poluentes do ar, produtos químicos, de beleza e perfumes sintéticos;
  • Tensão emocional prolongada, como estresse, tristeza, raiva e depressão.

Os sintomas principais são: irregularidades no apetite, indigestão freqüentes, alterações freqüentes de peso, revestimento da língua por ama; pele seca, oleosa ou manchada, cabelos sem vida, os olhos sem brilho, abdômen inchado com dores e gazes, alimentos não digeridos nas fezes, urina escura ou turva, distúrbios no sono que não se corrigem naturalmente, muco em excesso, distúrbios gastrointestinais e fadiga geral.

Para digestao perfeita

1. Antes de comer:

Estou realmente com fome?

Preciso ir ao banheiro primeiro?

Estou com mãos e rosto limpos?

2.Durante a refeição:

Estou num ambiente agradável?

Manifesto minha gratidão?

Estou comendo com pressa?

Estou apreciando esta refeição?

Preciso de uma bebida?

3.Após comer :

Estou satisfeito?

Deve-se evitar o trabalho pesado, o exercício ou trabalho mental, pelo menos, trinta minutos após a ingestão do alimento.

digestão perfeita = incremento de ojas = imunidade forte.

 A postura yoguica conhecida como Vajrasana é uma boa postura sentada para facilitar a digestão.

Para incremento do agni – fogo digestivo, responsável pela qualidade da digestão.

Jejum, a purificação do corpo, da mente, emoções e sentidos

O jejum é seguramente a maneira mais eficaz para purificar seu corpo de toxinas. Em Ayurveda, jejuns são adaptados de acordo com o grau de acumulação de toxinas, sua força e o desequilíbrio específico.

Um jejum completo é feito com sucesso apenas em um ambiente livre de estresse.  A purificação mental é conseqüência. 

Comer para viver:

Depois de ter purificado o seu corpo e estabelecido hábitos de alimentação saudáveis, comer bem deve ser fácil de manter.

Por lentamente incorporar estes princípios ayurvédicos em sua vida os benefícios experimentados devem ser incentivo suficiente para segui-los com facilidade e prazer!!

Receitinha para deixar o agni mais forte.

Antes de comer:

½ colher de gengibre ralado + 1 ½ colher de chá de suco de limão + 1 pitada de sal marinho.

Depois de comer:

1 colher de chá de partes = de sementes de funcho, cominho, cardamomo, pimenta + açúcar mascavo.

Bom apetite e boa saúde!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: