A sexualidade

Relacionamento: construções sociais e de afeto e a sexualidade

Também chamado de Maithunam, os relacionamentos perpassam todos os contatos com o mundo externo: a nossa relação com a natureza, sociedade, família, colegas e conosco mesmos é importante na construção de uma vida saudável.

À relação sexual também é dada importância nos tratados de Ayurveda como ato físico e o mais íntimo de um relacionamento. As regras gerais incluem o uso afrodisíacos, reduzir a freqüência no verão, na doença, nas condições de baixa energia e se concentrar mais na qualidade e do que na quantidade.

Porém, o mais importante de tudo é como você se relaciona com você mesmo e isso inclui o quanto você valoriza o respeito e o amor a si mesmo, o que irá refletir em como você percebe o amor no espectro de TODAS as suas relações.

E por falar em amor…

Para seguir neste assunto, faz-se necessário o esclarecimento de alguns aspectos.  A nossa linguagem resume de maneira catastrófica, o significado da palavra amor, encerrando várias definições bastante distintas em uma única forma de expressão. Acredito que muitas das confusões que são vivenciadas sobre esse assunto podem ter sido acaloradas por esse fato. Em geral, amor é entendido como um sentimento quando pode ser tratado também como um comportamento.

O amor físico, que na maioria das vezes é o que está sendo colocado em primeiro lugar na maioria das relações íntimas nos dias de hoje, prefiro chamar de sexualidade. As demais formas de amor são nuances de um comportamento amoroso que se pode ter entre as várias relações que se estabelecem na vida, sendo o amor verdadeiro a mais elevada de todas elas.

Para uma vida saudável, é necessário vivenciarmos ambas as formas de amor: o comportamental e o físico.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: