Você está lendo...
Artigos, ayurveda, terapias

O papel dos óleos na terapia ayurvédica

Para que uma massagem possa ser aproveitada em todo o seu potencial, os livros clássicos recomendam o uso do óleo. Em diversos casos de doenças de pele ou em doenças causadas pelo agravamento de vata médicos e terapeutas ayurvédicos indicam o uso de óleos medicados.

Em casos menos específicos e no dia-a-dia, o uso contínuo de bons óleos vegetais garantem a pele e a todo o organismo, uma boa nutrição. Óleos de qualidade contêm proteínas, carboidratos e outros ingredientes essenciais que são absorvidos pelas aberturas nos folículos capilares e assimilados por bhrajaka pitta.

Os folículos capilares são conectados às fibras nervosas que por sua vez são fortalecidas pelo uso dos óleos. O óleo evita o ressecamento, aumenta a umidade e impede muitos dos efeitos do envelhecimento precoce – agravamento de vata. Amacia a pele, elimina o atrito, espalha o calor por igual pelo corpo e proporciona um brilho suave à pele.

A aplicação do óleo no umbigo antes de dormir promove a hidratação do corpo inteiro. Se o óleo é aplicado na junção da espinha com o crânio, todo o sistema nervoso fica mais calmo, a memória fortalecida e a visão mais aclarada.

Na Índia, as pessoas aplicam o óleo regularmente no ânus, para evitar os pruridos; nos genitais, para evitar infecções por fungos; no nariz, para evitar a secura; nos ohos e ouvidos, para limpá-los e fortalecê-los; e no umbigo, para curar o ressecamento do corpo e a fraqueza do fogo digestivo – agni.

Ayurveda dá muita importância ao umbigo, pois através de uma rede de 72 mil nervos sutis – nadis – ele  se conecta a todo o corpo. O umbigo é também a primeira fonte de nutrição e vida para o feto.

O corpo precisa de óleo tanto quanto uma máquina usada regularmente. Com lubrificação adequada evita-se o atrito que pode causar desgate em peças importantes para o bom funcionamento da engrenagem.

Anúncios

Sobre Camila

Formada em arquitetura e urbanismo pela FAU-UFRJ e em terapias ayurvédicas pelo CMIRJ. Participou de diversos cursos de culinária vegetariana e vegana, sempre nutracêutica - que tem a função de curar - com chefes renomados do rio de janeiro e do rio grande do sul. Amante da vida comunitária e do tema da sustentabilidade residiu por um ano na Ecovila Arca Verde|RS, onde participou da formação “Caminhos para a vida Sustentável”, com abordagem em temas de educação e vida conscientes nas 4 dimensões da existência humana: social, ecológica, econômica e visão de mundo. Recentemente, participou do seminário: Ayurveda e a Saúde da Mulher - pela ABRA-RJ, com a médica indiana Dra. Varsha Santosh, que pode trazer um enfoque ainda mais prático desta terapia. Certificada pelo IECAM - Instituto de Estudos da Culturas da Amazônia no curso básico de ervas medicinais e farmácia caseira. Atende em terapias ayurvédicas no Rio e em Petrópolis, com enfoque em orientação alimentar, ambulatório e rotina diária. Facilita palestras, cursos e vivências nas áreas do ayurveda, sagrado feminino, auto-conhecimento/espiritualidade e associação entre alimentação, saúde e sustentabilidade.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: